O afeto que não se mostra somente pelo abraço

Comecei a minha formação em Terapia Ocupacional, no ano de 2013 na Universidade Federal de Santa Maria e concluí em 2017. Tive minha primeira experiência com Transtorno do Espectro Autista (TEA), logo depois de formada, há mais ou menos dois anos atrás, quando uma colega de profissão entrou em contato para passar um caso. Em um primeiro momento, me senti desafiada, pois, não havia estado em contato com crianças durante a graduação.

Antes mesmo de ter uma formação, uma das coisas que sempre ouvi falar sobre pessoas com TEA, é que eles não gostam de abraços, beijos e são aparentemente “distantes” ou “frios”.  Mas este era diferente de tudo que eu já ouvira falar, ele não me olhava no olho por muito tempo, porém era atento a tudo que eu falava, não me recebia com um abraço, contudo, esperava ansioso pelo atendimento, muitas vezes não sustentava conversas que não fossem de seu interesse, no entanto, me contava tudo sobre CDs e instrumentos musicais; a cada dia, ele me conquistava um pouquinho e me instigava a estudar mais sobre o assunto. Realizei e realizo alguns cursos na área, um deles é o de Integração Sensorial, que acrescentou significativamente minha atuação junto aos pacientes, com o passar do tempo descobri que ser “distante” e “frio” não se aplicava a todos, e, diga-se de passagem, que esse foi apenas um deles, com a convivência diária e com a busca por conhecimentos desvendei muitos outros.

O encantamento pela área foi grande que em um piscar de olhos o que era um, passou a ser quatro o que era quatro, passou a ser oito e o que era oito passou a ser dez. Comecei então, a trabalhar em um Centro de atendimento em TEA, na cidade de São Sepé, onde desenvolvo meu trabalho atualmente e tenho a oportunidade de conviver, ensinar, e principalmente aprender com cada criança que cruza meu caminho. Hoje, tenho muito orgulho e principalmente amor pelo meu trabalho; busco qualidade de vida, autonomia e independência para meus pacientes confiando sempre no potencial de cada um.

Postagens Recentes